A equipa orientada pelo italiano Roberto Mancini, que tem ainda menos um jogo do que os clubes que o precedem na classificação - Chelsea, Manchester United e Arsenal - e do que o Liverpool, só conseguiu chegar ao empate a quatro minutos do fim, por Gareth Barry.

O Stoke adiantou-se no marcador aos 72 minutos, com um golo de Whelan, mas acusou nos derradeiros minutos o esforço desenvolvido por ter jogado em desvantagem numérica desde o início da segunda parte, quando o árbitro expulsou o senegalês Abdoulaye Diagne-Faye.

As duas equipas tinham-se defrontado domingo para a Taça de Inglaterra, no estádio Cidade de Manchester, tendo-se registado também um empate a um golo, que obrigará a segundo jogo no estádio do Stoke City para se saber qual dos dois clubes irá defrontar o Chelsea nos quartos de final.

O Chelsea comanda a Liga inglesa com 58 pontos, logo seguido pelo Manchester United com 57 e o Arsenal com 52.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.