Dois jogadores do Watford decidiram hoje colocar-se em isolamento voluntário após membros das suas famílias terem testado positivo a COVID-19, juntando-se a um jogador e dois técnicos infetados e, por isso, arredados dos treinos.

Segundo o técnico Nigel Pearson, que lidera o plantel da equipa da Liga inglesa de futebol, no qual se insere o português Domingos Quina, os dois jogadores "estão bem, assim como as famílias", e vão estar de fora dos trabalhos da formação.

Adrian Mariappa e dois técnicos acusaram positivo, numa equipa em que vários jogadores, entre eles o capitão Troy Deeney, se recusaram a voltar aos treinos esta semana por medo da COVID-19.

A Liga inglesa ainda não apontou uma data específica para o regresso da competição, ainda que estejam otimistas de que a retoma competitiva possa acontecer ainda em junho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.