A Liga inglesa aprovou hoje um pacote de recuperação financeira de 250 milhões de libras para os clubes das divisões inferiores, no sentido de minorar o impacto negativo nas receitas devido à pandemia da COVID-19.

Depois de meses de negociações, a ‘Premier League’ acordou um empréstimo sem juros na ordem dos 200 milhões (221,6 milhões de euros) aos clubes do ‘Championship’, o equivalente à II Liga, e de 50 milhões (55,3 ME) para a ‘League One’ e ‘League Two’.

“O nosso compromisso é que nenhum clube de futebol inglês feche portas devido à COVID-19”, justificou o diretor executivo da Liga inglesa, Richard Masters, sublinhando a importância destes clubes para as suas comunidades.

A ‘Premier’ pretende cobrir os 15 milhões de libras (16,6 ME) de juros dos empréstimos.

O governo britânico tinha insistido que competia à ‘Premier League’, e não aos contribuintes, a assistência aos clubes das divisões inferiores, afetados também pela ausência de público, que, gradualmente e em função do local, poderá começar a regressar aos estádios.

“Fico satisfeito que o futebol se tenha juntado no acordo a este pacote substancial”, sublinhou o secretário britânico da cultura, Oliver Dowden.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.482.240 mortos resultantes de mais de 63,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.