Fora dos eleitos da seleção inglesa para o Euro2020, Dele Alli garantiu que não culpa José Mourinho por praticamente não ter jogado quando o português orientava o Tottenham.

Mourinho queixava-se da falta de empenho do médio nos treinos, e o próprio jogador vem agora admitir que o técnico tinha alguma razão.

"A única pessoa que culpo sou eu mesmo. Devia ter trabalhado de uma forma que fosse difícil não entrar no onze inicial e jogar. Não culpo mais ninguém a não ser eu. Trabalhar com Mourinho foi uma grande experiência e da qual aprendi imenso", afirmou o jogador inglês ao site Goal.

Sobre a perspetiva de trabalhar com Nuno Espírito Santo, novo treinador dos 'spurs', Dele Alli mostra-se bastante entusiasmado.

"Quero fazer deste ano um dos melhores que sempre tive. Muita gente disse que tinha de reencontrar a forma que tinha há uns anos. Para mim, eu nem quero chegar aí, quer ir mais longe e chegar ao meu máximo potencial e ser o melhor jogador que consigo ser", disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.