Thierry Henry viveu hoje um dia especial na carreira ao voltar a vestir a camisola do Arsenal e apontar o golo da vitória dos gunners sobre o Leeds.

O experiente avançado francês, de 34 anos, confessou estar surpreendido com os acontecimentos das últimas semanas. 

«Há 15 dias estava de férias no México e não pensava em voltar a jogar pelo Arsenal, quanto mais marcar o golo da vitória. É inacreditável», afirmou o avançado gaulês.

Quem não cabia em si de contente era Arsène Wenger, por ver novamente o seu pupilo brilhar com a camisola do Arsenal. «Ele já era uma lenda, depois desta noite já é mais que isso. Estava pressionado, mas não quis desapontar as pessoas», contou o técnico do Arsenal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.