Unai Emery falou pela primeira vez depois da saída do comando técnico do Arsenal, no dia em que foi anunciado o novo treinador dos 'gunners', Mikel Arteta.

Em declarações à BBC, o treinador explica o que correu mal na sua passagem pelo clube londrino.

"A primeira temporada não foi má, chegámos à final da Liga Europa e estivemos na luta por um lugar na Champions até à última jornada. Era a minha primeira época no Arsenal e correu bem", começou por dizer Emery.

"Para esta [época] eu também estava otimista, mas, de repente, começaram os maus resultados e a frustração foi crescendo. Fomos perdendo confiança e estabilidade. Não éramos capazes de vencer um jogo e a tensão foi crescendo e crescendo. As pessoas à minha volta viam que eu estava a sofrer, toda a gente podia ver isso. Quando uma equipa não ganha, o treinador sofre", defendeu o técnico espanhol.

Emery abordou ainda o facto de ser frequentemente criticado pelo seu inglês, mas acredita que isso só acontecia quando a equipa não venceu.

"O inglês só era um problema quando os resultados eram maus. Na primeira temporada, quando as coisas corriam bem, todos me deixavam cometer erros ao falar inglês. Apenas se focavam nos meus erros quando as coisas corriam mal. Eu tento sempre falar o idioma do clube para onde vou, a comunicação é fundamental e quero poder comunicar com toda a gente", vincou.

Sobre o seu sucessor, o treinador diz que aprova a escolha dos responsáveis do Arsenal: "O Arteta está preparado para dar o salto."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.