De acordo com Wayne Rooney, o treinador Alex Ferguson e os donos do Manchester United, Joel e Avram Glazer, foram os grandes obreiros da continuidade de Wayne Rooney.

“Estou entusiasmado por ter assinado um novo contrato pelo United. Nos últimos dias falei com o treinador [Alex Ferguson] e com os donos e eles convenceram-me que é aqui que eu pertenço. Disse na quarta-feira que o treinador é um génio e foi a sua confiança e apoio que me convenceram a ficar”, admitiu Rooney.

O avançado assumiu que existiu um diferendo entre as partes porque não lhe tinham dado garantias sobre a qualidade da equipa para os anos vindouros, mas agora, frisou, os obstáculos foram todos superados.

“Assino um novo acordo com a convicção absoluta que o comando técnico, staff e donos estão totalmente comprometidos em manter a história vencedora United, que foi a razão para eu vir para aqui”, acrescentando que tem noção de que os adeptos não estão contentes com a situação:

“Tenho a certeza que os adeptos se sentiram desiludidos na última semana, pelo que leram e viram. A minha posição deveu-se à minha preocupação com o futuro. Os adeptos têm sido fantásticos para mim desde que cheguei e cabe-me a mim, através das minhas exibições, conquistar a confiança deles de novo”, terminou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.