Em entrevista ao canal de Youtube 'Angry Men', Filipe Luís revelou como se concentra para os jogos e contou uma ainda história caricata sobre Eden Hazard.

"Penso nas coisas relacionadas com o jogo, crio imagens na minha cabeça. Penso um pouco, talvez não tanto como o Lewandowski, mas imagino que a situação possa acontecer, por exemplo um jogador correr para mim e eu vou pará-lo. Só tenho pensamentos positivos. O campo é pequeno na cabeça. Quando chegamos ao estádio, o campo é enorme. Para mim o mais importante é manter o foco", começou por dizer o atual jogador do Flamengo.

Depois de revelar como se concentra antes de entrar em campo, Filipe Luís admitiu que nem todos os jogadores têm os mesmos métodos e deu o exemplo de Hazard.

"Se passas muito tempo no telefone, a usar o Facebook, Instagram. Essas aplicações diminuem a nossa concentração. Se utilizá-las cinco ou seis horas por dia, perdes concentração. O jogador deve ter os olhos bem abertos e focados. É por isso que bebo muita cafeína. Penso muito no jogo, mas pensar demasiado é mau. Os músculos ficam contraídos e tenso, isso não é bom", referiu.

"Agora há jogadores que jogam jogos no telemóvel antes dos encontros e depois jogam bem. O Eden Hazard, por exemplo, jogava Mario Kart. O preparador físico dizia 'dez minutos e saímos para o aquecimento.' O Eden não reagia. Todos prontos para sair para o aquecimento e ele sentado a jogar. Disse-lhe para vir e ele respondeu-me 'calma, calma' e continuou a jogar. Cinco minutos depois, o treinador chamou-o e ele disse 'calma, passem-me a bola e tudo ficará bem'", contou o brasileiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.