Pep Guardiola afirmou que está incrédulo com o tratamento que a comunicação social inglesa tem dado a Arsène Wenger. O treinador do Manchester City saiu em defesa do técnico francês e disse que os antigos jogadores e jornalistas necessitam de moderação.

"O que tenho ouvido nos últimos dez dias sobre como os adeptos, os ex-jogadores e os jornalistas têm tratado o Arsène Wenger é inaceitável".

Guardiola comentou ainda a situação dos treinadores em Inglaterra. Para o técnico catalão, o trabalho de treinador não traz respeito por parte de ninguém.

""O nosso trabalho, neste momento, não tem nenhum respeito por parte de ninguém. É desrespeitoso o que se passa. Nós é que temos de tomar as decisões, mas qualquer um pode dizer o que quer".

Guardiola chegou esta temporada a Inglaterra depois de uma passagem pelo Bayern de Munique. O espanhol sabe bem o que é estar debaixo da mira dos media ingleses, uma vez que já lá esteve recentemente. Recorde-se de que a imprensa britânica chegou a dar quase certa a sua saída do comando dos 'citizens'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.