Hugo Lloris poderá perder a braçadeira de capitão do Tottenham, depois de ter sido detido por conduzir alcoolizado, refere o Daily Mail.

O guarda-redes francês foi mandado parar numa operação STOP às 02h20 da madrugada de sexta-feira, numa rua perto do Museu Madame Tussauds, em Londres, e teve de se submeter ao teste do álcool, que deu positivo. Acabou por passar a noite na esquadra.

Os responsáveis do Tottenham não terão ficado nada satisfeitos com o sucedido, já que o internacional francês apenas chegou a casa por volta das 11h00 e, consequentemente, não compareceu no treino.

O próximo jogo dos 'spurs' acontece na próxima segunda-feira frente ao Manchester United de José Mourinho, em Old Trafford. Lloris deverá ser opção frente aos 'red devils', mas arrisca jogar sem a braçadeira de capitão.

O internacional, de resto, já pediu desculpas pelo sucedido, através de um comunicado: "Quero sinceramente pedir desculpa à minha família, ao clube, aos meus colegas de equipa, ao treinador e a todos os adeptos. Conduzir alcoolizado é completamente inaceitável, eu assumo a responsabilidade total pelas minhas ações e este não é o exemplo que quero dar."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.