O médio internacional belga Kevin de Bruyne, campeão pelo Manchester City, foi eleito, pelo segundo ano seguido, o melhor jogador da Liga inglesa pela Associação de Futebolistas Profissionais (PFA), anunciou hoje o organismo.

De Bruyne, de 29 anos, foi um dos principais ‘pilares’ na caminhada dos ‘citizens’ rumo à conquista da Premier League em 2020/21, contribuindo com seis golos e 12 assistências nos 25 encontros em que participou na prova.

“Qualquer jogador ambiciona ganhar todas as competições inserido num coletivo. É mais importante do que qualquer prémio individual, mas ser escolhido pelos adversários, por jogadores com os quais competimos todos anos, diz muito”, reagiu De Bruyne.

O médio belga superou, assim, a concorrência do internacional português Bruno Fernandes (Manchester United) e de Harry Kane (Tottenham), além de outros três companheiros de equipa, o central luso Rúben Dias – eleito no sábado jogador do ano pela Premier League -, o médio alemão Ilkay Gundogan e o avançado Phil Foden, todos eles entre os nomeados.

De Bruyne é apenas o terceiro jogador a vencer este prémio em duas épocas consecutivas, depois do português Cristiano Ronaldo, que foi eleito em 2007 e 2008, ao serviço do Manchester United, e do francês Thierry Henry, consagrado em 2003 e 2004, pelo Arsenal.

O galardão da PFA para melhor jovem jogador da Premier League também foi entregue a um jogador do City, no caso Phil Foden, que sucede ao colega e compatriota Raheem Sterling, vencedor do galardão na temporada passada.

Por outro lado, Fran Kirby foi distinguida com o prémio de melhor jogadora do ano para a PFA, ajudando o Chelsea a conquistar a Liga inglesa de futebol feminino.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto