O Manchester City prepara uma verdadeira revolução no plantel para a próxima temporada. Os Citizens querem desfazer-se de alguns jogadores que tem dado pouco rendimento para investirem depois no mercado de transferências. Edison Cavani e Marouane Fellaini são os alvos.

A prioridade do clube de Manchester é reduzir a massa salarial do plantel. Txiki Begiristain, o novo diretor-desportivo do Manchester City, já está à procura de potenciais interessados nos jogadores que deverão abandonar o clube na próxima temporada.

Segundo o Daily Mail, Maicon, Joleon Lescott, Edin Dzeko e Scott Sinclair são alguns dos jogadores que deverão sair no final desta temporada. Mas Javi Garcia, Samir Nasri, Aleksandar Kolarov e Gareth Barry também não tem o futuro assegurado no clube.

Parte deste saneamento visa cumprir com os requisitos do controlo financeiro imposto pela UEFA aos clubes que participam na Liga dos Campeões e Liga Europa. O City irá poupar cerca de 17,5 milhões de euros na próxima temporada em salários com as saídas de Roque Santa Cruz, Wayne Bridge e Kolo Touré, jogadores que terminam contrato esta época.

Os donos do clube inglês querem dotar o plantel de jogadores jovens e com margem de progressão. Edison Cavani do Nápoles é um dos alvos para o ataque, assim como Marouane Fellaini, médio box-to-box do Everton muito apreciado por Mancini, treinador dos Citiozens.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.