Um futebolista da Premier League inglesa conseguiu junto de um juiz uma «ordem de mordaça», que impede a imprensa de publicar detalhes sobre uma relação adúltera com uma modelo e ex-miss do País de Gales.

O The Times, tal como outros órgãos de comunicação britânicos, criticou o abuso da aplicação destas chamadas «ordens de mordaça» por parte de ricos e famosos, que «coloca em causa a liberdade de informação».

Por essa razão, o jornal The Times publica hoje uma notícia que cobre com tinta preta o nome do referido futebolista, casado, que mantém uma relação extraconjugal com uma modelo e ex-miss do País de Gales.

O futebolista, que joga por uma equipa cujo nome também surge coberto com uma tarja negra, «recorreu a uma polémica lei dos direitos humanos para impedir que seja público qualquer detalhe da sua relação adúltera».

O diário inglês escreve ainda que a mulher envolvida na relação adúltera é a modelo galesa de nome Imogen Thomas, de 28 anos, conhecida do grande público britânico pela sua participação no programa televisivo “Grande Irmão”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.