Alan Pardew lamentou a situação do técnico português, referindo-se ao facto de ele ter relegado para o banco jogadores como Ashley Cole, Frank Lampard e Didier Drogba, recordando ter vivido situação idêntica quando treinava o West Ham.

Em declarações após o empate em casa frente ao Sunderland (1-1), Pardew elogiou Villas-Boas: «Tenho muita simpatia por ele e é, verdadeiramente, um treinador com muito talento, que o campeonato inglês acaba de perder».

«Teve que pegar num clube com muitos profissionais já ‘veteranos’ no plantel e, nos bastidores, deve ter tido o trabalho muito dificultado», disse Pardew.

O técnico inglês opinou também sobre as circunstâncias que terão complicado a passagem de Villas-Boas pelo Chelsea: «Quando se está num ano de transição, é normal que o ambiente com os mais antigos seja difícil».

«Aconteceu o mesmo comigo no West Ham, mas, depois, houve um ou dois desses jogadores que me pediram desculpa, como alguns do Chelsea agora deveriam fazer», concluiu.

Também Martin O’Neill, treinador do Sunderland, disse lamentar a dispensa de Villas-Boas: «Estou muito desiludido pelo meu colega, mesmo muito».

«Hoje em dia, não há muito tempo para fazermos o nosso trabalho, pelo que não posso estar mais dececionado por as coisas serem dessa forma», sublinhou O’Neill.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.