O treinador do Tottenham, o português José Mourinho, afirmou hoje que o reencontro com o Chelsea, no domingo, para a Liga inglesa de futebol, será apenas “um jogo” e não mais do que isso.

“Eu consigo abstrair-me disso. Para mim, é um jogo. Eu sou 100% do Tottenham, do meu clube, sempre fui assim em toda a minha carreira. Eu dei tudo aos meus anteriores clubes, mas não passam disso mesmo: os meus anteriores clubes. É muito fácil para mim jogar este jogo. Será um jogo difícil, pela qualidade do Chelsea, mas, do ponto de vista emocional, será fácil”, disse o técnico luso, em conferência de imprensa.

Mourinho, que falava na antevisão do Tottenham-Chelsea, agendado para domingo, reconheceu que “será bom rever pessoas” com as quais privou nos ‘blues’, mas salientou que, “durante o jogo, não há espaço para pensar em mais nada além do próprio jogo”.

José Mourinho treinou o Chelsea entre 2004 e 2007, e depois entre 2013 e 2016, conquistando três títulos de campeão inglês, entre outros troféus, sendo que, enquanto esteve em Stamford Bridge, o treinador português orientou Frank Lampard, atual ‘timoneiro’ do Chelsea.

“Vou dar-lhe um grande abraço antes e depois do jogo, independentemente do resultado. Ser-lhe-ei sempre grato por tudo o que me deu enquanto meu jogador. Adoro-o, mas espero que perca no domingo”, referiu, originando alguns risos dos jornalistas na sala de imprensa.

Desde que assumiu o comando do Tottenham, José Mourinho disputou cinco partidas pelos ‘spurs’ na ‘Premier League’, vencendo quatro e perdendo uma. Em pouco menos de um mês, o Tottenham subiu do 14.º ao quinto lugar, estando agora a três pontos do Chelsea, quarto colocado.

“Quando chegámos, estávamos a 12 pontos de distância [do Chelsea] e mais perto do fundo do que do topo, mas sabíamos onde pertencíamos e que seria uma questão de tempo até deixarmos esses lugares. Nunca falámos em chegar ao top-4. Esta não é uma luta apenas entre nós e o Chelsea. O Manchester United, o Wolverhampton e outras equipas também estão nesta luta pelo top-6 ou top-4. Todos os pontos são cruciais e todos os jogos são complicados”, observou.

Tottenham e Chelsea encerram a 18.ª jornada da ‘Premier League’, no domingo, a partir das 16:30, no reduto dos ‘spurs’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.