O treinador português José Mourinho disse hoje ter recebido o apoio da direção do Manchester United ainda antes do jogo com o Newcastle, da oitava jornada da liga inglesa de futebol, que os 'red devils, venceram 3-2.

"Aqueles que leem os jornais e que ligam às redes sociais pensavam sem dúvida alguma que eu já tinha partido. Se eu não tivesse recebido um SMS da minha direção a pedir que não os lesse (jornais), também eu estaria igualmente convencido", disse o técnico português na conferência de imprensa que se seguiu ao jogo.

Em plena crise de resultados, o Manchester United protagonizou hoje uma espetacular reviravolta no embate frente aos 'Magpies', que atingiram o intervalo a vencer em pleno Old Trafford por 2-0.

Mourinho admitiu que necessitou de algum encorajamento por parte do conselho de administração do clube. Um apoio que veio do vice-presidente Ed Woodward, numa altura em que os meios de comunicação anunciavam a partida do técnico, independentemente do resultado que se verificasse frente ao Newcastle.

O futuro de Mourinho parecia definido logo aos 10 minutos de jogo, quando a sua equipa já perdia por 2-0, mas a segunda parte trouxe uma equipa transfigurada e Alexis Sanchez, Juan Mata e Anthony Martial anotaram os golos da reviravolta.

Os adeptos, cujo silêncio ensurdecedor mergulhou em Old Trafford, desataram então a gritat o seu amor ao clube, bem como ao 'Special One'.

"Penso que não é por mim que o fazem, é pelo clube. Este clube que eles amam e um clube que representamos com honra e dignidade. Mas estou surpreso. Ao intervalo, perdíamos por 2-0 e os espetadores foram incríveis", acrescentou Mourinho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.