O atual treinador do Liverpool, Jurgen Klopp, concedeu uma entrevista exclusiva ao France Football, onde começou por comentar a sua filosofia de jogo.

"Já faz 18 anos desde que sou treinador, e nunca pensei sobre essa questão. Eu não sei o que ela (filosofia) quer dizer. Eu gosto do jogo, simplesmente. Eu expludo 95% do meu tempo. (...) A diversão é o aspeto mais importante num jogo de futebol. O mundo é muito sério, muitos problemas para, além disso, estamos a tornar o futebol entediante. (...) eu quero ver os meus jogadores a divertirem-se e a surpreenderem-me", começou por dizer, antes de falar sobre a final perdida frente ao Real Madrid, na temporada anterior.

"Tivemos uma temporada fantástica no ano passado, embora o resultado da final da Liga dos Campeões não tenha sido o que esperávamos. Ninguém estava à nossa espera, mas sempre pensámos que a final era uma meta possível. Todo o mundo sabe que a lesão do Salah mudou as coisas. Mas não foi só isso. Não vamos reescrever a história, mas jogámos os últimos dois meses da última temporada com doze jogadores apenas. Tivemos que lutar com o Chelsea até ao último dia para terminar em quarto no campeonato e garantir o nosso lugar na Liga dos Campeões", acrescentou o técnico alemão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.