O ex-internacional inglês, Matthew Le Tissier, revelou ter sido alvo de “comportamento inapropriado” por parte do antigo treinador do Southampatton Bob Higgins, que está no centro do escândalo de pedofilia que está a abalar o futebol britânico.

Le Tissier disse à BBC ter recebido massagens de Higgins enquanto estava nu, tal como outros então jovens jogadores do Southampton, comportamento que qualificou de “inapropriado”, apesar de considerar não ter sido vítima de abuso por parte do técnico.

“Estávamos todos deitados nas camas, sem roupa, e foram massagens não muito prolongadas, mas senti-me desconfortável. Foi francamente errado. Analisando agora, sabemos que está errado, mas, na altura, um jovem apenas pensa: Isto é normal?”, recordou Le Tissier.

A comunicação social britânica revelou no domingo que o Conselho Nacional de Chefes de Polícia (NPCC, sigla em inglês), órgão que coordena as forças policiais locais, está a investigar 55 clubes, tanto profissionais como amadores.

O ex-jogador Davy Russell, do Charlton Athletic, de 50 anos, disse que enviou uma carta à FA, em 1986, a relatar os abusos sexuais de que foi alvo por parte de Eddie Heath, antigo ‘olheiro’ do Chelsea, e não obteve resposta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.