O Leicester anunciou, esta terça-feira, que não vai apresentar recurso no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) relativamente à decisão da FIFA de recusar a inscrição de Adrien Silva no clube 14 segundos após o fecho do mercado de transferências.

Em comunicado, os 'foxes' mostram-se frustrados com a decisão da FIFA e manifestam o seu apoio ao internacional português, que assim só poderá competir em janeiro.

"Apesar de o clube estar agora impotente para contestar a decisão, continuaremos a apoiar o Adrien em qualquer recurso pessoal que ele desejar levar a cabo", disse o clube em comunicado.

"Tencionamos inscrever Adrian quando a oportunidade surgir. Até lá, ele continuará sob o nosso cuidado, a treinar com a equipa sob a supervisão da nossa equipa técnica e departamento médico", acrescenta o Leicester.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.