O Leicester, com o português Ricardo Pereira a titular, isolou-se hoje no segundo lugar provisório da Liga inglesa de futebol, após tangencial triunfo por 2-1 na visita ao Brighton, na 27.ª jornada da prova.

Adam Lallana adiantou os anfitriões aos 10 minutos, mas o Leicester respondeu com golos do nigeriano Kelechi Iheanacho, aos 62, e do ganês Daniel Amartey, aos 87 minutos, aproveitando uma saída em falso do guarda-redes, após um pontapé de canto.

O Manchester City, dos portugueses João Cancelo, Rúben Dias e Bernardo Silva, lidera a prova, com 65 pontos, mais 12 do que o Leicester (com mais um jogo) e 14 do que o Manchester United, de Bruno Fernandes, que no domingo visita, precisamente, o rival da cidade, e pode recuperar o segundo posto, em caso de triunfo.

Horas antes, o Wolverhampton, com cinco portugueses de início, empatou sem golos na visita ao Aston Villa, resultado que deixou ambos ainda mais longe da zona europeia.

Nos ‘wolves’, o treinador português Nuno Espírito Santo contou de início com Rui Patrício, Nelson Semedo, Rúben Neves, João Moutinho e Pedro Neto, fazendo ainda entrar Fábio Silva aos 79 minutos e mantendo Vitinha no banco de suplentes.

O ‘nulo’ deixa o Wolverhampton no 12.º lugar – e ainda pode ser ultrapassado pelo Crystal Palace, que tem menos um jogo -, a 11 pontos do Everton, quinto e na zona europeia, enquanto os ‘villans’ estão no nono lugar, a seis pontos da Europa.

Em outros jogos do dia na ‘Premier League’, também o Arsenal voltou a marcar passo, com mais um desempenho pouco condizente com os seus ‘pergaminhos’, ao empatar a um golo na visita ao Burnley (15.º), mantendo-se no 10.º lugar.

O internacional gabonês Aubameyang até marcou cedo para os londrinos, logo aos seis minutos, mas um incrível erro de Xhaka, que, ao tentar endossar a bola a David Luís, na área, rematou contra Wood, levando a bola na direção da baliza, aos 39.

Já o Southampton voltou às vitórias depois de nove jogos sem vencer na prova, numa série em que acumulou oito derrotas e um empate, desde 16 de janeiro, e hoje venceu às ‘custas’ do Sheffield United, batido em casa por 2-0.

Os ‘the saints’, 14.ºs, aproveitaram as fragilidades do lanterna-vermelha e venceram com golos de James Ward-Prowse, aos 32 minutos, na conversão de uma grande penalidade, e de Che Adams, aos 49.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.