O Manchester United subiu este sábado, provisoriamente, ao quinto lugar da Liga inglesa de futebol, ultrapassando o Tottenham, de José Mourinho, após suado triunfo por ‘enganadores’ 2-0 na visita ao Burnley, em jogo da 20.ª jornada.

Em cima do intervalo, aos 44 minutos, o lateral esquerdo Charlie Taylor perdeu a bola na defesa, com a mesma a chegar muito rapidamente ao francês Anthony Martial, que, isolado na área, bateu o guarda-redes da casa.

O Burnley, 13.º colocado, perseguiu sempre o empate e foi já nos descontos, aos 90+5 minutos, que a equipa seria apanhada desprotegida na defesa, com o contra-ataque de Marital a ser concluído por Rashford, que fintou o guarda-redes e, em desequilíbrio, atirou a bola, de fora atabalhoada para a baliza.

Com este triunfo, o Manchester United subiu ao quinto lugar, com 31 pontos, ultrapassando o Tottenham, de José Mourinho, que foi surpreendido em casa do lanterna-vermelha Norwish, empatando 2-2.

Nesta partida, o videoárbitro (VAR) foi chamado a jogo em duas situações decisivas, anulando um golo ao Norwich e validando uma grande penalidade a favor do Tottenham, que assim perdeu dois pontos frente a um rival de menor valia.

O bósnio Mario Vrancic, aos 18 minutos, colocou o Norwich a vencer, com uma arrancada pelo corredor central, e ainda antes do intervalo a bola voltaria a entrar na baliza do Tottenham, pelo finlandês Teemu Pukki, mas o lance foi invalidado pelo VAR.

Aos 55 minutos, o Tottenham chegou ao empate, pelo dinamarquês Christian Eriksen, na conversão de um livre direto, mas, aos 61, o Norwich voltou à vantagem, com um autogolo do costa-marfinense Serge Aurier, ‘assistido’ pelo colega Toby Alderweireld.

O Tottenham evitou a derrota através da conversão de uma grande penalidade, por Harry Kane, aos 83 minutos, num lance em que o VAR teve uma vez mais um papel decisivo.

O Liverpool lidera com 52 pontos, em somente 18 jogos, seguido pelo Leicester a 10 pontos, e com mais dois jogos, e do Manchester City a 14, e com um jogo a mais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.