O Manchester City despediu hoje o treinador italiano Roberto Mancini, indicou o segundo classificado da Liga inglesa de futebol num comunicado na sua página oficial na internet.

«É com pesar que o Manchester City anuncia que Roberto Mancini foi destituído das suas funções como treinador», começa por dizer a nota, que prossegue explicando que foi uma «decisão difícil» para a direção.

De acordo com o comunicado, apesar dos esforços de todos, «o clube não foi capaz de atingir qualquer dos objetivos traçados no início da época, com exceção da qualificação para a próxima Liga dos Campeões».

«Isto, combinado com uma identificável necessidade de desenvolver uma aproximação holística a todos os aspetos do futebol do clube, explica a decisão de procurar um novo treinador para a época 2013/2014 e seguintes», acrescenta.

O despedimento de Mancini segue-se à surpreendente derrota na final da Taça de Inglaterra frente ao Wigan, no sábado, numa época em que falhou a revalidação do título e foi afastado na primeira fase da Liga dos Campeões.

O italiano, de 48 anos, que será substituído pelo adjunto Brian Kidd nos últimos dois jogos do campeonato inglês, deu o primeiro troféu importante ao City em 35 anos, ao conquistar a Taça de Inglaterra em 2011, e deu o primeiro título na Premier League desde 1968 na época passada.

«O registo do Roberto fala por si só, ele claramente assegurou o amor e o respeito dos nossos fãs», afirmou o presidente do City, Khladoon Al Mubarak.

Depois de conquistar o primeiro título do campeonato inglês em 44 anos, Mancini assinou um novo contrato por cinco épocas, que incluiu uma importante indemnização em caso de despedimento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.