Os jogadores do Chelsea estão muito satisfeitos com a decisão de Maurizio Sarri em levantar algumas restrições impostas pelo seu antecessor e que criou alguma polémica entre o ex-técnico dos 'blues' e o balneário.

Segundo escreve o jornal "The Telegraph", Maurizio Sarri chegou ao balneário do Chelsea com o intuito de não cometer os mesmos erros de Antonio Conte e para isso decidiu aliviar algumas das regras e restrições impostas pelo seu antecessor, nomeadamente em relação às concentrações da equipa e às restrições na alimentação.

Conta o referido jornal que Sarri aboliu desde logo a obrigatoriedade imposta por Conte aos jogadores de se concentrarem na véspera dos jogos em Stamford Bridge no hotel Chelsea Harbour. Os jogadores do Chelsea não concordavam com a opção de passarem a noite longe das suas famílias nos jogo em casa naquilo que entendiam ser 'concentrações forçadas'. Maurizio Sarri permitiu aos jogadores concentrarem-se apenas na manhã do dia dos jogos, algo que deixou o balneário contente.

Mas de acordo com o referido jornal, a decisão mais polémica imposta por Conte e que deixou os jogadores muito insatisfeitos prendia-se com as restrições de alimentação. Os atletas estavam proibidos de ingerir uma longa lista de alimentos e queixavam-se de estarem a ser sujeitos a uma dieta muito restrita. Sarri levantou essa restrição e deu 'carta branca' aos jogadores do Chelsea para que pudessem 'ampliar' o menu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.