O treinador de futebol José Mourinho admitiu hoje que terá de se controlar para não mostrar emoção no regresso ao estádio Stamford Bridge no domingo, quando o Chelsea defrontar o Hull City.

«Terei de me controlar um pouco e vou sentir algo diferente, certamente. Mas um par de minutos depois vou ter de me focar no jogo», afirmou.

O português também espera alguma atenção no início do jogo da parte dos adeptos, os quais elogiou pela lealdade.

«Julgo que os adeptos se focarão em mim e no [proprietário] Roman [Abramovich]: em mim, porque estou de volta, e no Roman, porque comemora 10 anos no clube e o clube deve-lhe tanto. Mas penso que dois minutos depois devem esquecer-se de nós e devem concentrar-se no jogo e apoiar os jogadores».

Quanto ao primeiro jogo, frente a um clube que acabou de regressar à primeira Liga, Mourinho prevê dificuldades: «Não gosto de jogar com equipas que vêm da divisão inferior, porque vêm com uma mentalidade fantástica, de vencedores».

O técnico recordou outras experiências negativas anteriores, nomeadamente em Itália frente ao Bari, porém, também disse que «há quem diga que é melhor um mau começo do que um bom».

Na primeira conferência de imprensa no campo de treinos de Cobham, no sul de Londres, desde o regresso ao clube londrino, José Mourinho mostrou-se divertido quando foi confrontado com declarações do presidente executivo da primeira Liga, Richard Scudamore, que disse que o português ia trazer «charme» [stardust] à competição.

«Se ele é o chefe e diz isso, tenho de dizer que está certo», gracejou, devolvendo o elogio dizendo que este é o seu campeonato favorito.

José Mourinho acrescentou: «E posso dizê-lo, porque tive experiências noutros três países, por isso, estou em boas condições para dizer que é a minha competição favorita e o meu país favorito para trabalhar».

«Penso que agora, provavelmente, estou melhor do que nunca, porque a experiência ajuda-nos a ser melhores - nós os treinadores não somos como os jogadores, a quem a idade muda para pior. Eu quero ser apenas como mais um igual a todos, mas alguém que quer dar tudo por este clube e pela primeira Liga», declarou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.