O treinador do Manchester United acusou esta terça-feira os jogadores do Manchester City 'de falta de educação' pela forma como celebraram a vitória em Old Trafford no dérbi do passado domingo.

José Mourinho mostrou-se relutante em comentar a polémica em torno dos alegados confrontos entre as duas equipas à porta dos balneários na sequência da vitória do Manchester City por 2-1.

O técnico dos 'red devils' foi atingido por uma garrafa de leite durantes os festejos do Manchester City, assim como Mikel Arteta, adjunto de Pep Guardiola, que sofreu um corte na cabeça devido ao arremesso de uma garrafa de plástico.

A Federação Inglesa de Futebol já abriu um inquérito para determinar os factos do incidente, e estabeleceu a próxima quarta-feira para que ambos os clubes clarifiquem o sucedido.

Pep Guardiola afirmou que os seus jogadores não exageraram nas celebrações após a vitória, mas José Mourinho tem outra versão dos factos.

"Ele (Guardiola) disse, ele disse. Ele disse, ele disse. Não estou aqui para comentar as suas palavras. A única coisa que posso dizer é que na minha opinião foi uma questão de diversidade. Diversidade de comportamento, diversidade de educação. Apenas isso. E nada mais do que isso"

O treinador do Manchester United fazia a antevisão do jogo com o Bournemouth para 17ª jornada da liga inglesa, mas as questões dos jornalistas focavam-se nos incidentes no dérbi, algo que deixou Mourinho incomodado.

"Esta conferência de imprensa é de antevisão ao jogo com o Bournemouth, não é do rescaldo do jogo com o Manchester City. Esse jogo há passou", frisou José Mourinho.

Mourinho admitiu no entanto que os jogadores do Manchester United estão motivados em dar uma resposta à derrota de domingo com o Manchester City, uma vez que a vitória da equipa de Pep Guardiola interrompeu uma sequência de 40 jogos consecutivos sem perder.
"Quando perdes, ficas provavelmente com um bocadinho mais de desejo de vencer. Ninguém gosta de perder, nunca, e ninguém gosta de perder duas vezes"

"Perdemos com o Chelsea e no jogo seguinte fizemos um esforço extra para vencer. O Chelsea perdeu no fim-de-semana, e de certeza que no próximo jogo vão fazer de tudo para regressar aos triunfos. Penso que é algo transversal a todos os clubes do mundo.

Já em relação à luta pelo título, José Mourinho admitiu que a mesma está 'provavelmente' decidida, mas que pediu aos jogadores para lutarem até ao fim.

"Nós temos jogo atrás de jogo, um jogo de cada vez, tentar ganhar os jogos, tentar somar o número máximo de pontos.

"Na última época tínhamos menos sete ou oito pontos do que temos ao momento. Por isso temos de tentar. Na última época empatámos em casa diante do Bournemouth. Por isso temos de tentar fazer melhor do que fizemos na temporada passada", sentenciou José Mourinho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.