O treinador do Tottenham clarificou hoje que o futebolista Gareth Bale não estava a 100% para o encontro da Taça de Inglaterra, perdido para o Everton (5-4), apesar do avançado galês ter dito o contrário nas redes sociais.

Emprestado pelos espanhóis do Real Madrid aos londrinos até ao final da temporada, Gareth Bale continua sem conseguir afirmar-se no 'onze' titular dos ‘spurs’, e agora viu-se envolvido numa polémica, depois de ter recorrido à rede social Instagram para dar conta de que tinha realizado “um bom treino” antes do jogo, contradizendo a versão de José Mourinho.

"Tenho de admitir que o seu ‘post’ criou uma necessidade de abordar o assunto. Houve uma contradição entre o ‘post’ e a realidade. Desde o início da temporada, em relação a tudo, tenho procurado ser muito reservado e manter tudo dentro de casa, mas senti que precisava resolver a situação”, disse o técnico luso, em conferência de imprensa.

Mourinho considera que, “provavelmente”, o ‘post’ nem era da responsabilidade do internacional galês, mas mostrar que o treino foi 'ótimo' e que estaria 'pronto', foi “totalmente errado”.

O treinador dos ‘spurs’ insistiu ao lembrar, depois, a situação ocorrida antes do embate com os ‘toffees’: "Repito pela última vez. Ele não se estava a sentir bem e pediu um exame, que não mostrou uma lesão, mas ele sentia algo. Nós treinadores, médicos, nunca podemos ir contra os sentimentos do jogador”.

Para o encontro de cartaz da 24.ª jornada da Liga inglesa, no reduto do líder isolado Manchester City, Mourinho deixou claro que Bale será convocado se “estiver pronto”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.