A crise de resultados no Manchester United pode ditar brevemente a saída de José Mourinho do comando técnico dos 'red devils', escreve a imprensa inglesa e a imprensa espanhola esta quarta-feira.

A recente eliminação do Manchester United na Taça da Liga inglesa frente ao Derby County fragilizou ainda mais a posição de José Mourinho em Old Trafford, escreve esta quarta-feira a imprensa britânica. Os jornais ingleses adiantam ainda que a eliminação precoce dos 'red devils' frente à equipa comandada por Frank Lampard deixou 'Mourinho contra as cordas'.

Já a imprensa espanhola fala esta quarta-feira de um 'iminente divórcio' entre José Mourinho e Manchester United. No jornal Marca pode ler-se que, "o casamento entre José Mourinho e o Manchester United está morto, acabado, só falta acertar a data do divórcio".

O referido diário espanhol adianta ainda que a direção do Manchester United acredita que José Mourinho está a forçar o seu próprio despedimento, mas que o emblema de Old Trafford acredita também que seja o técnico português a apresentar demissão de forma a evitar o pagamento de uma indemnização milionária contemplada no seu contrato. Recorde-se que Mourinho renovou contrato até janeiro de 2020 com um salário a rondar os 23 milhões de euros por temporada.

Para além dos maus resultados desportivos, a imprensa inglesa e espanhola adiantam ainda que a má relação entre José Mourinho e o diretor executivo do Manchester United, Edward Woodward, não tem facilitado o ambiente em torno da equipa com o técnico português a criticar publicamente a política de contratações do emblema inglês depois do mercado de verão.

"Uma coisa é o que eu quero, e outra é o que vai acontecer. Entreguei uma lista ao clube com cinco jogadores que me interessavam já há vários meses e não chegou nenhum", disse José Mourinho recentemente.

Outro dos factores que podem ditar a saída de Mourinho prende-se com a alegada má relação do técnico com a direção do Manchester United e vários jogadores importantes do plantel nomeadamente Paul Pogba.

"A única verdade é que eu tomei a decisão de destituir o Pogba como segundo capitão, mas não houve qualquer problema. A pessoa que decidiu que ele seria o segundo capitão também fui eu. Sou o treinador, posso tomar estas decisões. Não houve discussões, nem há problemas, simplesmente uma decisão que eu não tenho que explicar", disse José Mourinho sobre Pogba.

Mas a especulação em torno do futuro de José Mourinho no Manchester United não se fica por aqui. Os jornais espanhóis têm dado muito eco ao alegado interesse do clube de Old Trafford em contratar Zidane para o lugar do técnico português. Este cenário parece ganhar cada vez mais força no Manchester United uma vez que o saldo de José Mourinho em Old Trafford encaminha-se para o negativo. Em três temporadas ao serviço dos 'red devils', José Mourinho apenas conquistou três títulos e todos no ano de estreia.

Depois da conquista da Supertaça inglesa, Liga Europa e Taça da Liga inglesa no seu ano de estreia no Manchester United, José Mourinho não alcançou qualquer título na sua segunda temporada em Old Trafford. Apesar de ter ficado em segundo lugar na Premier League nessa época, o Manchester United ficou a 19 pontos do campeão Manchester City e foi eliminado pelo Sevilha na Liga dos Campeões.

Para além disso, o Manchester United ainda perdeu a Taça de Inglaterra para o Chelsea e foi eliminado da Taça da Liga inglesa perante o modesto Bristol City.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.