Depois de ver a sua equipa sair derrotada (por 1-0) da visita ao terreno do Brighton, José Mourinho, treinador do Tottenham, reconheceu a falta que o avançado Harry Kane faz à equipa.

"Individualmente, o Harry é insubstituível. Não há um jogador que o substitua, mas vou tentar não falar dele até ele estar de volta. Vamos focar-nos nos que temos. Como equipa, devemos estar aptos para jogar bem, tentar marcar golos e dar a outros jogadores o que o Harry também dá, porque ele não é só golos. Ele também faz com que os outros joguem", sublinhou o técnico português em declarações à Sky após o encontro.

Mourinho terá ainda de lidar durante mais algum tempo com a ausência do seu principal avançado. É que, de acordo com a imprensa inglesa, Kane poderá ter de parar cerca de seis semanas, depois da lesão sofrida num tornozelo ante o Liverpool, a meio da passada semana. Kane soma 19 golos em 29 jogos pelos 'spurs' esta temporada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.