O extremo luso, o melhor em campo, foi protagonista de um lance muito bizarro: aos 84 minutos, caiu na área e agarrou a bola, com o árbitro alegadamente a marcar falta, que o guarda-redes Gomes se aprestava para marcar, atirando a bola para o relvado e recuando para tomar balanço.

Depois de parecer dizer que o livre era mais atrás, Nani, incentivado pelos seus companheiros, aproximou-se da bola e atirou-a para a baliza – o árbitro validou o tento, mas o seu auxiliar levantou a bandeirinha e chamou-o.

Quando se pensava que o golo ia ser anulado, acabou por acontecer o inverso, de nada valendo os intensos protestos dos forasteiros.

Nani ainda enviou uma “bomba” à trave no segundo minuto de descontos do jogo e tinha já marcado o livre que, aos 31 minutos, permitiu ao central Vidic inaugurar o marcador, de cabeça.

Horas antes, Chelsea e Arsenal conquistaram vitórias tardias e sofridas, enquanto o Manchester City perdeu e assim abandonou o trio de segundos classificados.

Com Bosingwa e Paulo Ferreira (entrou aos 90+3) no banco, o líder esteve mesmo a perder na visita ao Blackburn (17.º), que entrou de rompante e encostou o Chelsea à sua baliza, com o zimbabueano Mwaruwari (21) a cabecear nas costas dos defesas e a inaugurar o marcador.

O empate surgiu aos 39, quando Malouda cruzou e Drogba, nas costas dos centrais, assistiu Anelka para o empate, que Ivanovic desfez apenas aos 84 minutos.

No dérbi londrino com o West Ham de Manuel da Costa e Luís Boa Morte, ambos titulares, o Arsenal viu o guarda-redes Robert Green brilhar e evitar sucessivas vezes o golo.

O adversário do Braga na Liga dos Campeões foi infeliz, quando Nasri (53) atirou à trave e Walcott (71) ao poste e foi só aos 88 que o médio camaronês Alex Song, em voo na pequena área, deixou os “gunners” em delírio, fazendo o único golo da partida.

O Manchester City deixou o trio dos segundos classificados, após perder 2-1 na visita ao Wolverhampton. Adebayor ainda adiantou os azuis de Manchester com um penalti, aos 23, mas Milijas (30) e Edwards (57) consumaram a reviravolta.

No domingo, disputam-se os desafios Bolton-Liverpool, Aston Villa-Birmingham e Newcastle-Sunderland, mas a jornada só fica completa na segunda-feira com o Blackpool-West Bromwich.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.