Rafa Benitez desvalorizou o facto de o Newcastle ter tido apenas 19 por cento de de bola na derrota dos 'magpies' em casa ante o Chelsea. O técnico espanhol explicou que a postura da equipa tem a ver com o adversário e que ter bola nem sempre seja sinónimo de superioridade.

"Quando estava no Liverpool, ganhámos 4-0 ao Real Madrid em casa. Fomos muito ofensivos. Quando estava no Nápoles, fui muito ofensivo, a atacar o tempo todo. Em Newcastle tenho de treinar e tenho o que tenho. O Barcelona teve 80 por cento de posse contra o Celtic e perdeu o jogo", recordou Benitez, antes de lembrar que no dia anterior o City de Guardiola tinha empatado com o 'Wolves' de Nuno Espírito Santo, mesmo tendo mais bola.

"No sábado contra o Wolves, o Manchester City teve 71 por cento de posse de bola e não ganhou. Tens de fazer o que tens de fazer e estivemos muito perto. Não me recordo de muitas oportunidades do Chelsea na segunda parte", explicou.

"Quando se está no Newcastle há que trabalhar de outra forma... Cada um conduz o carro que tem porque todas as equipas são diferentes umas das outras", finalizou.

O próprio Maurizio Sarri, técnico do Chelsea, mostrou-se supreendido com a postura do Newcastle, sublinhando que não se lembrava de ver Benitez jogar com cinco defesas quando o espanhol era treinador do Nápoles.

O Chelsea venceu o Newcastle em St. James Park por 2-1, com o golo da vitória dos 'blues' a ser marcado por DeAndre Yedlin, na própria baliza.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.