A Federação Inglesa de futebol (FA) decide na segunda-feira se aplica uma sanção a Wayne Rooney, após o avançado do Manchester United ter dito um palavrão junto de uma câmara quando festejava a reviravolta frente ao West Ham.

Depois de no sábado ter cobrado a grande penalidade que valeu o terceiro golo da conta pessoal e do Manchester (que tinha chegado ao intervalo a perder por 0-2), Rooney foi celebrar junto de uma câmara de televisão, deixando escapar um palavrão, uma atitude que a FA avaliará se é merecedora de castigo.

«Amanhã [segunda-feira] haverá uma decisão. Foi surpreendente ter uma reacção daquelas depois de ter marcado o terceiro golo. É algo que termos de avaliar», afirmou o director da FA Trevor Brooking, citado pela agência AP.

Ciente da atitude menos própria, Wayne Rooney foi lesto a pedir desculpas na estação televisiva Sky Sports.

«Quero pedir desculpas se ofendi alguém na celebração do golo, especialmente pais e filhos que estivessem a ver o jogo pela televisão. As emoções estavam aos saltos e a minha atitude foi inapropriada. Não estava dirigir-me a ninguém em particular», garantiu Rooney.

Com a vitória por 4-2 no terreno do West Ham, o Manchester United cimentou o comando na Liga inglesa e dilatou para sete pontos a vantagem para o perseguidor directo Arsenal, que também no sábado não foi além de um “nulo” caseiro com o Blackburn Rovers.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.