O título de campeão da Inglaterra já não deverá fugir ao Liverpool, líder isolado antes da interrupção da Premier League, e que será campeão em campo ou por possível consenso se a temporada não for retomada, afirmou esta segunda-feira o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin.

"É impossível para o Liverpool terminar sem o título. Se os jogos forem disputados, eles certamente vencerão em campo (...) No caso de os jogos não poderem ser disputados, os critérios devem ser encontrados com base nos resultados, e o Liverpool será declarado campeão", disse o líder da UEFA ao jornal desportivo esloveno 'Ekipa'.

O Liverpool, que não conquista o Campeonato Inglês há 30 anos, tinha uma 'mão' na taça, com 25 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Manchester City, quando a Premier League foi suspensa após a 29.ª jornada, devido à pandemia do novo coronavírus.

A UEFA não se pronunciou sobre um eventual calendário de regresso da temporada, alegando estar a trabalhar com vários cenários, embora tenha decidido o adiamento do Euro2020 para 2021.

Questionado sobre a possibilidade de organizar jogos no próximo verão, o líder esloveno respondeu que é "um otimista no geral".

"É claro que não posso conceder ou prometer nada. Tudo dependerá de saber se a situação será segura o suficiente para que uma pessoa não corra perigo a jogar futebol", acrescentou, referindo-se ao surto de COVID-19 que assola a Europa e o Mundo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.