Villas-Boas, em declarações ao jornal 'Sunday Mirror', mostra-se confiante que poderá ser bem sucedido no Chelsea.

«Quero o sucesso. Tenho expectativas e quero poder olhar para trás e sentir-me orgulhoso da minha carreira. Aceito que algumas pessoas possam duvidar da escolha num treinador tão novo mas se eu não acreditasse que podia ter sucesso, qual seria o meu objectivo ao aceitar?», referiu o treinador.

Villas-Boas recusa a ideia de ser «um ditador», bem pelo contrário, refere que encoraja «a liberdade de escolha do futebol» e considera «a criatividade dos jogadores muito importante».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.