Em entrevista ao podcast 'UTD Podcast', o podcast oficial do Manchester United, Nani abordou a saída de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid em 2009, recordando a ligação que tinha com o internacional português e revelando que CR7 admitia uma possível saída, que, contudo Nani não esperava que acontecesse tão rapidamente.

"Anderson e Ronaldo eram os meus colegas na equipa, éramos melhores amigos, estávamos confortáveis uns com os outros e eram o meu apoio. Nalguns dias, Ronaldo dizia-nos abertamente: 'Estou aqui há seis ou sete anos, para mim já chega'. Dizia sempre 'vamos ver, vamos ver'. Nunca pensei que a mudança para o Real Madrid acontecesse tão depressa", disse.

Nani recordou ainda o foco que Cristiano Ronaldo tinha no treino e na performance física contando ainda um hábito que o capitão da seleção tinha quando dividia casa consigo e com Anderson.

"Ficávamos sentados no sofá, a conversar e de repente ele desaparece. Depois percebemos porque, de amanhã eu e o Anderson acordávamos sempre muito cansados e ele já estava acordado há duas horas no computador e ver notícias. E dizia logo 'bora, bora...' porque ele era o único com carro no início e tinhamos de estar prontos para ir com ele. Mas foram momentos fantásticos e grandes memórias", contou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.