O antigo selecionador inglês Roy Hodgson vai voltar ao ativo para treinar o Crystal Palace, anunciou hoje o clube da liga inglesa de futebol, que na segunda-feira tinha despedido o holandês Frank de Boer.

O técnico, de 70 anos, assinou um contrato válido para duas temporadas, depois de os londrinos terem perdido os primeiros quatro jogos do campeonato, sem conseguirem marcar golos sob o comando de Frank de Boer, que saiu do clube ao fim de apenas 77 dias.

O último trabalho de Hodgson foi ao commando da Inglaterra, de 2012 a 2016, quando abandonou os ‘leões’ depois de ter sido eliminado pela Islândia nos oitavos de final do Euro2016, conquistado por Portugal.

“Estou muito ansioso por voltar ao trabalho no dia-a-dia de um clube”, disse o técnico, que orientou ainda as seleções nacionais de Finlândia e Suíça e que vai trabalhar pelo 41.º ano da carreira de treinador, no clube que apoia desde criança.

“Nesses dias (de criança), tinha sonhos de jogar pela equipa, depois como treinador, pensei em treinar e muito aconteceu nesse tempo todo. É muito recompensador estar aqui agora, num clube que sempre amei e admirei e que tem muito potencial”, adiantou o treinador.

O primeiro jogo dos londrinos com Hodgson ao comando do Crystal Palace será no sábado, na receção ao Southampton, de Cédric Soares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.