Começam a surgir vozes de antigos colegas de Cristiano Ronaldo a condenar a atitude do português no Manchester Uinted. O avançado perdeu as duas primeiras semanas de trabalho da equipa, alegando problemas pessoais, mas a imprensa garante que CR7 está a forçar a sua saída do emblema de Old Trafford.

A atitude do português não caiu bem entre os adeptos e, apesar de já ter voltado aos trabalhos, há quem entenda que ele não tem estado bem na gestão de toda a situação.

Louis Saha, seu antigo colega no Manchester United nos tempos de Alex Ferguson, deixou alguns reparos ao português.

"Ronaldo foi claro ao dizer que quer ir embora, de outro modo as suas ações e comunicação diriam outra coisa. A sua prioridade deveria ser ajudar o Manchester United e atualmente isso não parece ser o caso. O seu sonho claramente é a Liga dos Campeões e ninguém o pode desrespeitar por isso", começou por dizer o francês, em declarações ao 'The Sun'.

"Esta fase da época é para todos os jogadores. Não sei quais são os seus problemas pessoais, mas não acho apropriado que ele comece assim com um novo treinador e projeto. Ele ainda é um jogador de topo e pode ajudar muito, disso não tenho dúvidas. É por isso que o Manchester United quer a sua continuidade, mas ele não tem mostrado a atitude correta", completou Louis Saha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.