O clube galês Swansea, 19.º classificado da liga inglesa de futebol, despediu hoje o técnico Bob Bradley, menos de três meses depois de o norte-americano ter assinado pelo clube.

Bradley, o primeiro técnico oriundo dos Estados Unidos a orientar um clube da 'Premier League', substituiu o italiano Francesco Guidolin em outubro, mas conseguiu apenas duas vitórias em 11 jogos, deixando o clube na penúltima posição da tabela.

O técnico de 58 anos, que já orientou as seleções dos Estados Unidos e do Egito, entre outros cargos, chegou à liga inglesa depois de ter iniciado a temporada no Le Havre, da segunda divisão francesa, mas os maus resultados e o elevado número de golos sofridos (29 em 11 jogos) ditaram o afastamento.

"Temos pena de perder o Bob depois de tão pouco tempo", disse o presidente dos galeses, Huw Jenkins, em comunicado.

O dirigente explicou que o clube "sentiu que precisava de fazer uma mudança", embora Jenkins elogie o "bom homem" que "deu tudo ao cargo que desempenhou".

Os adjuntos Paul Williams e Alan Curtis vão assumir a equipa interinamente, enquanto o Swansea procura o terceiro treinador da época e o quinto em menos de três temporadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.