O técnico francês do Arsenal mostrou-se a favor dos castigos aos jogadores, aos quais chamou de “mergulhadores”, que simulam grandes penalidades, realçando que deveriam ser severamente punidos.

“Temos de punir os mergulhadores depois do jogo. O problema será decidir quando é [uma simulação] óbvia ou não, porque às vezes não é claro. Dizer quem são os culpados não resulta. É preciso suspender os jogadores. Não sei por quanto tempo, depende, mas a única forma que fazer com que eles parem é castigá-los”, disse Arsène Wenger, sem apontar nomes.

As palavras do treinador do Arsenal chegam dias depois do encontro entre o Chelsea e o Southampton, que terminou empatado a um golo, e de o internacional espanhol Cesc Fàbregas ter visto um cartão amarelo por simular uma grande penalidade.

“Os jogadores têm de escolher entre serem espertos ou honestos e isso é mau. O que se quer é que os jogadores joguem com honestidade”, referiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.