O futebolista espanhol Juan Mata, do Chelsea, reconheceu hoje que a equipa atravessa um mau momento, mas acredita dispor ainda de «dois meses para atingir os objetivos».

O extremo, que esteve sempre nas preferências do treinador português André Villas-Boas enquanto dirigiu a equipa de Londres, confessou ao canal de televisão do clube que a equipa «não está bem, mas é momento de viragem».

«Temos um bom plantel e dois meses para alcançarmos os nossos objetivos no campeonato e na Liga dos Campeões», sublinhou o internacional espanhol.

O que não será tarefa fácil, pois o Chelsea está a 20 pontos do Manchester City, a 10 jornadas do fim, e terá que recuperar da desvantagem de 3-1 para o Nápoles, no seu terreno, na segunda mão dos “oitavos” da principal competição europeia entre clubes.

Juan Mata foi um dos primeiros a lamentar a saída do técnico português, domingo, na sua página no Facebook: «Não foi um dia fácil (...). Desejo sorte ao ‘mister’ e agradeço-lhe por tudo».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.