Timo Werner, avançado que esta temporada trocou o Leipzig pelo Chelsea, tornou-se no mais recente jogador a juntar-se ao movimento Common Goal, que tem como objetivo canalizar 1% do ordenado de cada jogador para ações de solidariedade social.

O internacional alemão, contratado pelo clube londrino por um valor a rondar os 50 milhões de euros, deixou ainda um apelo para que mais futebolistas sigam o seu exemplo. "Se apenas um jogador ou adepto doar dez euros porque o Timo Werner está envolvido, então é ótimo. Quantos mais jogadores famosos estiverem envolvidos, maior a consciência que podemos alertar para o Common Goal", disse.

Werner explicou que o privilégio que sente por jogar na Liga inglesa o fazem sentir-se na obrigação de abraçar esta causa. "Sinto-me muito privilegiado por conseguir viver o meu sonho de jogar na Premier League pelo Chelsea. Ai mesmo tempo, tenho consciência do facto de que há pessoas em todo o mundo com dificuldades em lidar com as consequências da pandemia", afirmou o avançado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.