O que parecia ser um 'passeio' e sinónimo de goleada, terminou em... empate: o Tottenham empatou com o West Ham United a três bolas, na 5.ª jornada da Premier League, num encontro onde os de Mourinho estiveram a vencer por 3-0 antes dos 20 minutos.

O argentino Manuel Lanzini, que tinha sido lançado para os últimos 10 minutos, consumou a fantástica recuperação dos ‘hammers' em tempo de compensação e da melhor forma possível, já que a igualdade surgiu num pontapé certeiro de fora da área, sem hipóteses para Hugo Lloris.

Nada fazia prever este desfecho, já que, à entrada para os últimos 10 minutos, o Tottenham beneficiava de uma vantagem de três golos, com a dupla Son Heung-Min e Harry Kane a funcionar na perfeição, sendo que o sul-coreano inaugurou o marcador logo no arranque - mais precisamente aos 46 segundos - e fez o sétimo golo na ‘Premier League'.

Pouco depois, seria a vez de Son retribuir a assistência de Harry Kane, aos oito minutos, antes de o ‘capitão' do Tottenham ‘bisar', aos 16, concluindo um cruzamento de Reguilón e chegando aos cinco golos na prova, na qual o Tottenham tem o melhor ataque, com 15 golos.

Tal como sucedeu na vitória da época passada (3-2), na estreia de Mourinho, os ‘spurs' voltaram a facilitar diante do West Ham, só que, desta vez, cederam mesmo o empate.

No segundo tempo chegou a reação dos 'hammers'. Depois de alguns lances de perigo, chegou o golo por Balbuena, aos 82 minutos.

Aos 85, após boa jogada atacante do West Ham, o central Davison Sanchez fez autogolo, ao tentar cortar a bola.

Gareth Bale já estava em campo, ele que regressou ao Tottenham, e podia ter acabado com o encontro aos 92 minutos, num contra-ataque com Harry Kane mas o seu remate saiu ao lado.

O melhor do jogo estava reservado para o último minuto de descontos: após canto, a bola foi cortada por Winks para fora da área onde apareceu Lanzini com um pontapé fantástico, a fazer o 3-3. Fantástico!!! A bola entrou mesmo no ângulo, com Lloris ainda a tocar de raspão.

Num jogo marcado pela estreia de Gareth Bale pelo Tottenham, sete anos depois de ter rumado ao Real Madrid, a equipa de Mourinho perdeu a possibilidade de igualar o Liverpool no segundo lugar, sendo agora sexta, com oito pontos, mais um do que o West Ham.

O Tottenham iguala o Chelsea no 6.º posto com oito pontos, o West Ham passa a ter sete.

O Crystal Palace esteve perto de subir aos lugares cimeiros da ‘Premier League', graças a um golo de Wilfried Zaha, aos 19 minutos, de grande penalidade, só que acabou por sofrer o empate (1-1) do Brighton nos derradeiros instantes, aos 90, através do argentino Alexis Mac Allister.

Sheffield United e Fulham continuam sem vencer ao fim de cinco rondas realizadas, mas somaram o primeiro ponto na prova, depois de terem empatado 1-1, num encontro no qual o extremo português Ivan Cavaleiro foi titular nos londrinos.

Ademola Lookman marcou para os ‘cottagers', aos 77 minutos, mas seria o sérvio Aleksandar Mitrovic a destacar-se na partida, ainda que pela negativa. Além de ter falhado uma grande penalidade, cometeu ele próprio uma falta dentro da área do Fulham, permitindo que Billy Sharp repusesse a igualdade para os ‘blades', aos 85.

*Artigo atualizado às 19h34

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.