O Tottenham perdeu hoje no terreno do Everton, por 1-0, em jogo da 28.ª jornada da Liga inglesa de futebol, deixando a questão do título ainda mais entregue às duas equipas de Manchester.

O único golo foi apontado por Jelavic, aos 22 minutos, com um remate cruzado servido por Leon Osman, mas bastou para o Everton subir ao nono posto, com 37 pontos, menos um que o Sunderland.

Na segunda metade de Harry Redknapp tentou tudo para chegar ao empate e, aos 76 minutos, Defoe viu o árbitro anular bem um golo obtido em fora de jogo, tendo a derradeira oportunidade surgido nos descontos, com Saha a rematar ao poste e a não conseguir marcar à antiga equipa.

Na classificação, o Manchester City continua a liderar, com 66 pontos, mais dois do que o Manchester United, enquanto o Tottenham continua com 53. City e United jogam domingo frente ao West Bromwich e ao Swansea, respetivamente.

Chelsea vence Stoke City por 1-0

Em Londres, o marfinense Drogba marcou o golo da vitória do Chelsea frente ao Stoke City (1-0), com os “blues” a somarem a segunda vitória consecutiva após a saída do técnico português André Villas-Boas.

O “autocarro” do Stoke City esteve estacionado até aos 68 minutos, altura em que o marfinense recebeu uma assistência de Juan Mata, passou por Begovic e atirou a contar para o seu 100.º golo na Premier League.

Mata, que rendeu Raul Meireles, aos 38 minutos, podia ter elevado a três minutos do fim, mas o livre esbarrou com estrondo no poste da baliza do Stoke, que ficou reduzido a 10 a partir do minuto 25 por expulsão de Fuller.

A vitória permitiu ao Chelsea somar 49 pontos e igualar o Arsenal na quinta posição, embora os “gunners” apenas cumpram o respetivo compromisso nesta jornada segunda-feira com o Newcastle United.

A ronda ficou desde já marcada pela derrota do Liverpool no Stadium of Light frente ao Sunderland, por 1-0, com o único golo do encontro a ser apontado pelo dinamarquês Nicklas Bendtner, aos 56 minutos.

No jogo que abriu a jornada, o Bolton Wanderers venceu o Queen´s Park Rangers, por 2-1, mas o jogo reeditou a polémica sobre a tecnologia de linha de golo, uma vez que um remate de cabeça de Clint Hill fez a bola entrar claramente na baliza, sem que o árbitro validasse o tento.

Nos restantes encontros, o Aston Villa venceu o Fulham, por tangencial 1-0, com o português Orlando Sá a ficar no banco, e o Wolverhampton perdeu em casa com o Blackburn Rovers, por 2-0.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.