O Manchester United não foi além de um empate a uma bola com o Everton, na última ronda da Premier League. O golo dos 'toffies' foi marcado por Andros Townsend, antigo jogador do Tottenham. Nos festejos, o extremo festejou à Cristiano Ronaldo, depois de um desafio lançado pelos colegas de equipa.

"Estávamos a falar sobre esse assunto no autocarro, no dia anterior ao jogo, e o pessoal da equipa perguntou se eu era capaz de festejar como o Cristiano Ronaldo, caso marcasse. Eu disse que sim e eles disseram-me apenas para ter a certeza de que, se festejasse dessa forma, o faria numa altura em que o jogo estivesse perto do fim, de forma a que o Ronaldo não tivesse tempo de marcar a seguir. Pois bem, olhei para o relógio e só estavam passados 65 minutos de jogo. Dei meia hora aquele enorme jogador para marcar o golo da vitória e fazer-me passar por parvo. Sempre que a bola ia à área, eu pensava: 'Vai marcar'. Felizmente, não aconteceu", disse o jogador à rádio 'talkSport'.

Mesmo ter festejado à Cristiano Ronaldo, Townsend ainda ganhou a camisola do craque português no final do jogo. Mas não foi fácil convencer CR7.

"Não ia sair de Old Trafford sem a camisola do Ronaldo. Após o apito final, corri na direção dele, mas ele estava a murmurar qualquer coisa em português. Pedi três ou quatro vezes e ele lá acabou por me dar a camisola, já no balneário", finalizou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.