O jogo entre o Manchester United e o Arsenal do passado fim-de-semana para a Premier League continua a dar que falar mas pelos piores motivos para Van Gaal.

O técnico holandês que comanda os "red devils" protagonizou um dos momentos do jogo, ao atirar-se para o relvado, quando tentava explicar ao quarto árbitro uma falta que ficara por marcar para a sua equipa.

No final do jogo, Van Gaal assumiu que perdeu o controlo mas recusa a ideia de estar a tentar influenciar as arbitragens.

"Não sou um palhaço. Sou Louis Van Gaal, um ser humano e um treinador. Não faz parte da minha filosofia e não acho que possa influenciar o jogo a partir do meu posto. Os jogadores têm de pensar no relvado e não o treinador", afirmou Van Gaal, em conferência de Imprensa esta terça-feira.

Sobre a sua equipa, o holandês garantiu que alguns jogadores que estavam lesionados estão prestes a voltar ao ativo.

"Marouane Fellaini e Antonio Valencia são os próximos a voltar, acho eu. Fellaini está muito próximo e Valencia trabalhou hoje com o grupo, pelo que devem regressar", sublinhou.

O Manchester United defronta fora o Liverpool esta quarta-feira, às 20h00, em jogo da 28ª jornada da Premier League.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.