O treinador português, André Villas-Boas, está a causar boa impressão entre os dirigentes e jogadores do Chelsea. Numa entrevista à BBC Sports, Bruce Buck, presidente do Chelsea, afirmou que o clube londrino pretende conciliar o sucesso desportivo à longevidade de um treinador.

«Invejamos em termos de longevidade a estadia de Arsène Wenger no Arsenal e de Alex Ferguson no Manchester United. No entanto, queremos a longevidade aliada a bons resultados e Villas-Boas pode ser o homem certo para os próximos dez ou 15 anos», referiu o dirigente.

Apesar de ter somente 33 anos, André Villas-Boas já conquistou vários títulos, nomeadamente uma Liga Europa ao serviço do FC Porto. Bruce Buck não vê a idade do técnico português como um factor negativo, antes pelo contrário.

«Toda a gente critica a idade dele, mas para mim ser jovem é positivo», afirmou Bruce Buck, que destacou ainda os resultados obtidos pelo Chelsea nos primeiros dez jogos com André Villas-Boas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.