O Chelsea voltou hoje a perder na Premier League e saiu derrotado do terreno do WBA, por 1-0, em jogo da 27ª jornada. O desaire torna-se ainda mais pesado pela queda para o quinto lugar, com o Arsenal a fugir na última vaga para os lugares da Champions.

O jogo desta tarde não correu de feição a André Villas-Boas, que hoje apostou num onze sem portugueses e com Frank Lampard a titular, depois de se terem tornado públicos os problemas entre jogador e treinador. 

A equipa londrina raramente mostrou-se inspirada e pareceu mesmo pouco determinada em contrariar a crise. Por sua vez, não faltou garra ou humildade aos jogadores do West Bromwich, que conseguiram controlar as operações.

O golo decisivo só chegaria aos 82 minutos, com McAuleya a desviar de forma certeira um remate de Ridgewell, após uma jogada confusa. O Chelsea acordou tarde e nem com Cech na área para a última jogada do encontro se conseguiu evitar nova derrota, a sétima na Premier League. Os 'blues' já somam mais empates e derrotas (14) do que vitórias.

E se Villas-Boas confessara que só tinha cometido 13 erros esta temporada, a contabilidade do técnico português eleva-se agora para 14. O desafio com o Nápoles, para os oitavos de final da Champions, é agora ainda mais decisivo para a continuidade do treinador luso em Stamford Bridge.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.