O West Ham bateu o vizinho Watford por 3-1 no encontro que encerrou a 36ª jornada da Premier League inglesa e deu um passo (quase) decisivo na luta pela manutenção no escalão principal em Inglaterra. Já o Watford continua 'com a corda na garganta', três pontos acima das duas primeiras equipas em zona de descida, Bournemouth e Aston Villa.

As duas equipas entraram em campo com os mesmos 34 pontos (contra os 31 de Bournemouth e Aston Villa), mas a jogar em casa o West Ham cedo ganhou vantagem, por intermédio de Michail Antonio, que abriu o ativo logo aos seis minutos. E, apenas quatro minutos depois, os 'hammers' chegaram ao 2-0, graças a um golo de do checo Tomáš Souček.

Quaisquer dúvidas que pudessem subsistir ainda em relação ao desfecho do encontro foram desfeitas ainda antes do intervalo, quando Declan Rice fez o terceiro dos anfitriões, naquele que foi o melhor golo da noite.

Na segunda parte, o Watford, que teve o português Domingos Quina no banco, ainda reduziu, por intermédio de T. Deeney, logo a abrir os segundos 45 minutos, mas foi o melhor que conseguiu até ao apito final.

O West Ham fica, assim, seis pontos acima da linha de água com, precisamente, seis pontos por disputar nas duas jornadas que faltam para terminar a Premier League 2019/20 e só uma hecatombe os retirará do escalão principal. Já o Watford, que nas duas derradeiras jornadas tem dois encontros complicados - recebe o Man.City e visita o Arsenal - irá discutir com Aston Villa e Bournemouth a manutenção. Muito provavelmente, serão dois destes três a acompanhar o já despromovido Norwich na descida ao 'Championhsip'.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.