O Wigan, detentor da Taça de Inglaterra em futebol e equipa da segunda divisão, despediu o técnico Owen Coyle, na sequência de uma série de três derrotas consecutivas em casa em nove dias.

O clube anunciou que Coyle, que tinha assumido a equipa no início da época, sai «por mútuo acordo».

As últimas derrotas deixaram o Wigan em 14.º lugar no “Championship”, segundo escalão inglês, além da iminência de uma eliminação na Liga Europa, prova em que voltou a perder e é terceiro no grupo D.

No domingo, foi a vez da derrota caseira frente ao Derby (3-1) e a conferência de imprensa na qual referiu que as expetativas dos adeptos eram demasiado elevadas depois de oito anos da equipa na primeira Liga.

«É com grande tristeza que tomámos esta decisão, mas gostaríamos de agradecer a toda a equipa técnica, à estrutura do clube, que nos apoiou bastante no tempo em que aqui estivemos», disse o treinador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.