“Não é este primeiro lugar, que muita irritação provoca em certa franja da comunicação social, sempre desejosa de falar em liderança partilhada, que nos desvia do nosso caminho, nos inebria ou nos coloca em bicos de pés, porque sabemos que este é o caminho natural de quem tanto tem crescido nesta década”, pode ler-se.

Na mensagem colocada no sítio do clube, António Salvador realça que o Sporting de Braga “não busca o sucesso efémero ou as luzes passageiras da glória, mas sim a consolidação de um crescimento sustentado que o torna num caso único no desporto nacional”.

Por isso, estar em primeiro lugar na Liga de futebol “é a consequência lógica do projecto traçado e não vai afectar as rotinas” do clube, assegurou.

O dirigente apontou ainda o dedo aos que colam ao Sporting de Braga “o rótulo de fenómeno passageiro”.

“Sabemos que a base do nosso sucesso não se deve à sorte ou a factores aleatórios, mas sim ao profissionalismo, rigor, solidariedade, competência e um enorme amor ao clube”, destacou.

Salvador lembrou que as bases do projecto foram “semeadas há meia dúzia de anos” e frisou que o Sporting de Braga é hoje “um clube pujante, rigoroso, cumpridor, ganhador, reconhecido nacional e internacionalmente, sendo, por mérito próprio, uma das maiores potências em Portugal”.

O presidente do clube bracarense elogiou ainda o apoio da massa associativa e os sucessos das modalidades “ditas amadoras”, como o atletismo, voleibol, bilhar, basquetebol, natação, desporto adaptado e futsal. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.