O Benfica quer avançar o mais rápido possível para as renovações dos jogadores Andreas Samaris e Rafa, uma vez que ambos os casos estão longe de serem dadas como garantidos, tudo devido ao desacordo financeiro entre as partes, contra o jornal A Bola desta segunda-feira.

O médio internacional grego de 29 anos quer 1,5 milhões de euros líquidos por época, o Benfica não quer ir além do milhão. Samaris quer continuar na Luz, desejo esse partilhado pelo Benfica, por isso a solução passa pela cedência de uma das partes.

Rafa tem contrato até 2021 e cláusula de rescisão de 60 milhões de euros e o Benfica pretende elevar estes números, mas o jogador entende ser merecedor de uma aumento significativo de salário, até porque tem como referência outros casos semelhantes no plantel. António Araújo, representante do avançado de 25 anos, já deu conta de que o jogador quer continuar na Luz, mas quer que os seus 16 golos na presente época sejam valorizados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.